O laboratório LABORGEO Ltda vem realizando estudos desde 2008 visando a produção do termo potássio.

 

O potássio é um elemento vital no desenvolvimento das plantas, e como se trata de um elemento químico com alto produto de solubilidade é facilmente lixiviado, consequentemente, há necessidade de quantidades elevadas de adubo químico (KCl), com consequências na salinização do solo e contaminação dos mananciais com potássio.

 

Outro fator preponderante é que o Brasil produz apenas 10% de KCl em sua unidade no estado do Sergipe, que representa um dispêndio anual de cerca de 90 bilhões de dólares na importação deste suplemento agrícola. Estes altos valores é decorrente da grande carência de potássio nos solos brasileiros.

 

Os granitos portadores de potássio e objeto do estudo desenvolvido pelo Laborgeo apresentam composição mineralógica variável entre 40 a 60% de feldspato potássico, quartzo de 30 a 40% e plagioclásio entre 15 a 20%, biotita de 3% a 10 % e minerais secundários.

 

Os estudos para produção foram executados nas rochas “in natura”, e consistiram de cominuição e calcinação seguido da aplicação de soluções extratoras.

 

Os resultados mostraram que a solubilidade do potássio no minério calcinado ocorre de forma crescente, e este permanece disponível no solo para a planta que o utiliza conforme sua necessidade.